Professor Cardy

web
statistics

A Condição de Existência

`log_B (A)= x`

É obrigatório que `{(A>0), (B>0),(B !=1) :}`.

Para que `log_B (A)` corresponda a um único número real `x`, todos os logaritmandos precisam ser positivos, além da base também ser positiva e diferente de `1`.

Tal obrigatoriedade se motiva do fato que desejamos que cada `log_B (A)` exista e esteja associado a um único `x`. Para que isso ocorra, por exemplo:

A base não pode valer `1`. Caso contrário teríamos problemas do tipo:

`log_1 (5)= x <=> 1^x=5` e nenhum valor de `x` satisfaria tal equação.

`log_1 (1)= x <=> 1^x=1` e infinitos valores de `x` satisfariam tal equação.

Se a base ou o logaritmando fossem negativos.

`log_2 (-4)= x <=> 2^x=-4` e nenhum valor de `x` satisfaria tal equação.

`log_{-2} (4)= x <=> (-2)^x=4` temos aqui problema com (-2)^x posto que ele não seria número real, por exemplo, para `x= 1/2` que nos levaria a `(-2)^x=(-2)^{1/2}=\sqrt{-2}` que não é um número real e sim imaginário.

1

Exemplo 1

Determine os valores de `x` para a condição de existência de `log_x (2-x)`.

Resolução

Em `log_x (2-x)`, temos o valor `2- x` como logaritmando. Então:

(I) `2- x >0 <=> -x > -2 <=> x < 2`

Em `log_x (2-x)`, temos o valor `x` como base. Então:

(II) `x >0`

(III) `x != 1`

Da intersecção dos intervalos (I), (II) e (III), vem que `0 < x < 2 \text{ e } x != 1`.

 

Resposta: `0 < x < 2 \text{ e } x != 1`.

2

Exemplo 2


Determine o domíno da função `f` cuja lei é `f(x) = log_x (2-x)`.


Resolução

Em `f(x) = log_x (2-x)`, temos o valor `2- x` como logaritmando. Então:

(I) `2- x >0 <=> -x > -2 <=> x < 2`

Em `log_x (2-x)`, temos o valor `x` como base. Então:

(II) `x >0`

(III) `x != 1`

Assim o encaminhamento da resolução é parecido com a do exemplo anterior. O que será diferente vai ser a formulação do conjunto domínio:

`D_f = { x \in \RR \text{ | } 0 < x < 2 \text{ e } x != 1}`

 

Resposta: `D_f = { x \in \RR \text{ | } 0 < x < 2 \text{ e } x != 1}`

OBS> O gráfico de `f(x) = log_x (2-x)`, com `D_f = { x \in \RR \text{ | } 0 < x < 2 \text{ e } x != 1}` é como segue:

Matemática de Loterias



As pessoas normalmente fazem apostas na Mega Sena, pelo valor acumulado mais alto ou pelo simples hábito. Sabemos que a probabilidade de levar o prêmio principal é bem baixo. Contudo, será que vale mais a pena apostar numa Mega Sena que pode pagar R$30 milhões ou numa Timemania que pode premiar R$5 milhões?

Pensar exclusivamente na questão PROBABILIDADE é a melhor referência. Porém, aliado a isso, o VALOR DO PRÊMIO e o VALOR DA APOSTA também são interessantes de levar em conta. Vale mais a pena gastar seus REAIS na MEGA SENA que paga R$30 milhões ou numa Timemania que pode premiar R$5 milhões? A probabilidade da Timemania é melhor (em relação à da Mega) e o valor da aposta é mais baixo.

É certo que O VALOR ALTO DE PRÊMIO seduz muito e valor baixo desmotiva o interesse. Porém, se o valor alto vem de um jogo cujas chances de ganho são muito discrepantes no confronto direto, muitas vezes é mais interessante ir atrás de um prêmio menor se as suas chances de êxito vencem, mesmo sendo uma premiação inferior.

De acordo com a relação PRÊMIO A CONQUISTAR e PROBABILIDADE DE LEVAR, CUSTO DA APOSTA, eu calculei uma NOTA DE MAIS VALIA. Veja na ORDEM (de cima para baixo) onde vale mais a pena (NOTA 100) gastar seu real até onde menos vale a pena apostar, levando tudo isso em consideração

A TABELA A SEGUIR MUDA DE ACORDO COM OS VALORES DOS PRÊMIOS, CUSTOS e REGRAS. CONFIRA A ANÁLISE NA DATA INFORMADA.

Para poder apostar nos concursos internacionais clique na imagem a seguir ou CLIQUE AQUI.

Se você não entende PORCENTAGEM é hora de estudar mais no meu site CLIQUE AQUI