Professor Cardy

web
statistics

Este desafio recebeu 208 avaliações



O Ministro dos Correios da Primolândia, país dos números primos, resolveu que a partir do ano 2000 seriam emitidos selos de dois valores somente: 13 centavos e 17 centavos.

Acontece que a tarifa mínima para uma carta "via aérea" é de 350 centavos; o Exmo. Sr. Ministro dos Correios foi à TV para apresentar os novos selos e passou uma tremenda vergonha: não conseguiu combinar selos de 13 centavos e selos de 17 centavos para "formar" 350 centavos. A vergonha foi tanta que ele se demitiu!

Então, foi aberto um concurso para o preenchimento da vaga de Ministro dos Correios; uma condição obrigatória para aceitar a inscrição de um candidato é a apresentação de duas soluções para a selagem descrita acima, junto com o raciocínio seguido para encontrá-las.

Até agora, só o Dr. Mate apresentou duas soluções plenamente justificadas. Tente você também!

Sejam: x o número de selos de 13 centavos e y o número de selos de 17 centavos necessários para a selagem de 350 centavos, então, o par (x,y) deverá ser solução da equação

13.x + 17.y = 350

A equação acima, com a condição de serem x e y números inteiros, é chamada equação diofântica (Diofanto de Alexandria, que viveu no século III, parece ter sido o primeiro matemático grego a estudar tais equações). Vamos aplicar um procedimento geral para resolver a referida equação.

I) Vamos calcular o M.D.C. dos números 13 e 17 pelo método das divisões sucessivas (também chamado de Algoritmo de Euclides)

Substituindo na última igualdade o fator 4 pela diferença (17-13), resulta:

1 = 13 - 3.(17-13)

1= 13 - 3.17 + 3.13

4.13 - 3.17 = 1

Essa igualdade exprime o número 1, ou seja, o M.D.C. dos números 13 e 17 como uma combinação linear dos mesmos números.

II) Em seguida, vamos multiplicar ambos os membros da combinação linear pelo número 350 (o valor da selagem)

1400.13 - 1050.17 = 350 (A)

A igualdade (A) mostra que o par (1400, -1050) é uma solução da equação 13.x + 17.y = 350; entretanto, o referido par não é aceitável como resposta do problema da selagem, pois -1050 não pertence ao conjunto dos números naturais. Não vale colar na carta 1400 selos de 13 centavos cada um e receber "de troco" 1050 selos de 17 centavos cada um. Selo não é moeda!

III) Note que o 1º membro da igualdade (A) contém uma parcela positiva e uma outra negativa; então vamos praticar uma ação digna de Robin Hood: vamos "tirar" da parcela positiva uma "quantia" de maneira que essa parcela continue positiva e "doar" essa "quantia" à parcela negativa, tornando-a com isso positiva.

A referida "quantia" é o produto 13.17.k (sendo que o fator k será determinado em seguida)

[1400.13 - 13.17.k] + [13.17.k - 1050.17] = 350

ou seja,

13.(1400 - 17.k) + 17.(13.k - 1050) = 350 (B)

vamos impor as condições

Além da condição

resulta que somente k = 81 e k = 82 são aceitáveis. Assim, em (B):

Resposta

Uma selagem é: 23 selos de 13 centavos e 3 selos de 17 centavos.

Outra selagem é: 6 selos de 13 centavos e 16 selos de 17 centavos.

Avalie a dificuldade do Desafio

Pesadelo Pesadelo
Difícil
Pesadelo
Normal
Pesadelo
Fácil
Pesadelo
Fraquinho
Pesadelo

Matemática de Loterias



As pessoas normalmente fazem apostas na Mega Sena, pelo valor acumulado mais alto ou pelo simples hábito. Sabemos que a probabilidade de levar o prêmio principal é bem baixo. Contudo, será que vale mais a pena apostar numa Mega Sena que pode pagar R$30 milhões ou numa Timemania que pode premiar R$5 milhões?

Pensar exclusivamente na questão PROBABILIDADE é a melhor referência. Porém, aliado a isso, o VALOR DO PRÊMIO e o VALOR DA APOSTA também são interessantes de levar em conta. Vale mais a pena gastar seus REAIS na MEGA SENA que paga R$30 milhões ou numa Timemania que pode premiar R$5 milhões? A probabilidade da Timemania é melhor (em relação à da Mega) e o valor da aposta é mais baixo.

É certo que O VALOR ALTO DE PRÊMIO seduz muito e valor baixo desmotiva o interesse. Porém, se o valor alto vem de um jogo cujas chances de ganho são muito discrepantes no confronto direto, muitas vezes é mais interessante ir atrás de um prêmio menor se as suas chances de êxito vencem, mesmo sendo uma premiação inferior.

De acordo com a relação PRÊMIO A CONQUISTAR e PROBABILIDADE DE LEVAR, CUSTO DA APOSTA, eu calculei uma NOTA DE MAIS VALIA. Veja na ORDEM (de cima para baixo) onde vale mais a pena (NOTA 100) gastar seu real até onde menos vale a pena apostar, levando tudo isso em consideração

A TABELA A SEGUIR MUDA DE ACORDO COM OS VALORES DOS PRÊMIOS, CUSTOS e REGRAS. CONFIRA A ANÁLISE NA DATA INFORMADA.

Para poder apostar nos concursos internacionais clique na imagem a seguir ou CLIQUE AQUI.

Se você não entende PORCENTAGEM é hora de estudar mais no meu site CLIQUE AQUI